3/01/2020

Associação entre bruxismo infantil e as características oclusais, sono e dor de cabeça

Bruxismo

Relevância clínica : O objetivo desse estudo foi avaliar a associação entre o bruxismo infantil e a relação de caninos e terminal dos segundos molares decíduos, em fase de dentadura decídua, no afã de se verificar se a oclusão no sentido anteroposterior pode ser considerada fator etiológico do hábito parafuncional do bruxismo.

Introdução: O bruxismo é um movimento mandibular involuntário que se caracteriza pelo apertar ou ranger dos dentes. Ocorre com maior frequência durante o sono, podendo levar a complicações dentárias, orais e/ou faciais.

Segundo a Academia Americana de Medicina do Sono, o diagnóstico do bruxismo deve ser realizado com base no relatório de ranger ou apertar os dentes em combinação com, pelo menos, um dos seguintes sinais clínicos: desgastes dentários anormais, sons associados ao bruxismo e desconforto muscular na região mandibular.


Classifica-se o bruxismo em:

• primário, sem causa médica evidente, sistêmica ou psiquiátrica; e

• secundário, associado a um transtorno clínico, neurológico ou psiquiátrico, relacionado a fatores iatrogênicos (uso ou retirada de substâncias ou medicamentos) ou a outros transtornos do sono.

Veja Também: SAÚDE BUCAL : Primeira Consulta Odontopediatra

O bruxismo do sono se diferencia do bruxismo diurno por envolver distintos estados de consciência, isto é, sono e vigília, bem como diferentes estados fisiológicos com diferentes influências na excitabilidade oral motora.

É uma atividade inconsciente, com produção de sons e ocorre quando o individuo está dormindo; por outro lado, o bruxismo diurno é caracterizado por uma atividade semi-voluntária da mandíbula, caracterizada por um hábito ou tique.

LEIA ARTIGO COMPLETO AQUI


° Rev assoc paul cir dent 2012;66(1):18-22
° NAHÄS-SCOCATE ACR; TREVISAN S; JUNQUEIRA TH; FUZIY A.


Tambien te puede gustar